Crudivorismo

O crudivorismo é o ato de se comer alimentos crus, como a raça humana fez durante praticamente toda sua existência. Muitos antropólogos sugerem que a raça humana só começou a utilizar o fogo para o preparo de seus alimentos nos últimos 10 mil anos.

Os seres humanos tiveram sua origem nos trópicos, onde os alimentos para os quais foram criados cresciam em abundância. Devido a sua migração para longe dos trópicos e seu domínio do fogo e agricultura no período neolítico, começaram a integrar em sua dieta outros alimentos, que não são palatáveis ou incapazes de ser ingeridos no estado em que se apresentam na natureza: crus. Nenhum outro animal na natureza altera quimicamente seu alimento pelo processo do cozimento, e cada raça é adaptada fisiologica e anatomicamente para a obtenção e a ingestão de sua alimentação específica.

A literatura científica comprova que quanto mais se cozinha um alimento, mais seus nutrientes são perdidos e diversos outros elementos cancerígenos, que não estavam presentes anteriormente, se formam durante o cozimento.
Além disso em quase todos os casos, também retiramos dos alimentos um nutriente essencial à saúde humana: a água.

Como a saúde humana está atualmente em seu estado mais debilitado da história, cada vez mais crianças nascem com diabetes e há hospitais inteiros dedicados apenas a crianças que nascem com câncer.

Apesar de não ser um movimento e uma tendência comum ou famosa no Brasil, inúmeras pessoas pelo mundo atualmente tem adotado uma dieta crudívora. Ficam extasiadas com os benefícios e livres de sintomas que perduravam durante anos.

Benefícios:

Alguns dos mais notáveis benefícios na saúde quando uma pessoa se torna crudívora e adota um estilo de vida saudável são:

Clareza mental, mais disposição e melhor rendimento no dia-a-dia, uma menor necessidade de sono, melhorias no desempenho atlético, manutenção do peso ideal, se ver livre de alergias, febres ou outros tipos de doenças e sintomas agudos, e diminuição ou mesmo reversão de doenças crónicas de longa data.

O fato de não se perder mais tempo na cozinha cozinhando, lavando panelas, etc. também se torna um grande atrativo. Como também a grande redução na poluição pois, por não haver mais o consumo de produtos industrializados, o único “lixo” criado é o orgânico, o que se encaixa perfeitamente na categoria de uma vida sustentável e com os princípios da natureza.

Outros fatores são a economia e a simplicidade, pois produtos como frutas e vegetais são mais baratos e acessíveis a todos.

Abordagens:

No entanto, existem diversas abordagens diferentes ao crudivorismo.

A abordagem mais comum e em voga é chamada de alimentação viva e se baseia na germinação de grãos e sementes, que tenta recriar a culinária cozida à qual os seres humanos estão acostumados. Neste tipo de alimentação, todos os grupos de alimentos vegetais são consumidos.

A abordagem sugerida por grande parte dos higienistas atuais, à qual abraçamos, é uma dieta mais natural e que foi praticada pelos seres humanos durante a maior parte da sua existência, e a qual seríamos forçados a praticar se fôssemos relegados de volta à natureza e estivéssemos sem ferramentas. Esta é chamada de crudivorismo vegano hipo-lipídico ou frugivorismo. Compõe-se de frutas e vegetais, com uma adição de pequenas quantidades de sementes e nozes/castanhas em seu estado fresco e ‘in natura’, como a natureza os oferece.

Anúncios

5 respostas em “Crudivorismo

    • Estou no início de uma leucêmia crônica LLC, estava com muitos sintomas ruins, cansada, com pouca disposição, dores na nuca, pés super aquecidos, lenta mentalmente etc…há menos de um mês iniciei uma dieta parcida enqunto fazia os exames, hoje os levei ao médico homeopata. Final da óprs: a maioria das taxas se normalizaram ( afastando o início da quimioterapia, além de estar me sentindo super enrgizada, com força e muita alegria por essa chance, Entãoo doutor hoje mpropos a experiencia de um mês no Cruvorismo, estou meia chocad por nem poder comer meuarroizinho integrallsopinhas..mas estou enchugando as lágrimas certa q estou na direçao correta. Daqui a um mês voltop continuar a história! força e garra,,amor e aceitaçaõ, mudança e gratidão..bjos

      • Parabéns selma. Com certeza, se você quer saúde, o foco deve ser a vida saudável e para isso, nossa dieta natural, composta quase que exclusivamente de frutas e vegetais tenros crus e frescos.

        boa sorte e torcendo por você, Eduardo.

  1. Oi Eduardo, boa tarde!
    Já se passaram 8 meses que estou aderindo ao crudivorismo. Não sei se isso me livrará do aspecto crônico da leucêmia, mas estou tendo qualidade de vida devido à essa prática.
    É uma longa jornada, aprendizado por toda vida, mas a cada dia descubro nova forma de combinar alimentos, apostando na variedade e vivacidade de tudo o que ingiro.
    As taxas dos exames mostram o qto vale permanecer assim.
    Grata e vamos em frente!
    Abraço
    selma ginez

    • Prezada Selma,

      Fico feliz que esteja conseguindo bons resultados com o crudivorismo. Entretanto, existem diferentes formas de crudivorismo ao meu ver e umas consideravelmente mais saudáveis que as outras. Já viu que a abordagem que preconizo, a chamada de frugivorismo não utilizada, sal, shoyu, azeite e grãos? Acredito que com o frugivorismo, você obteria resultados consideravelmente mais expressivos.

      Abs e boa sorte, Ed.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s